« voltar

Polaris – Tratamento Virtual para Fobia de Avião
http://www.polaristratamentovirtual.com.br

Um simulador, capaz de recriar em detalhes e com total imersão, a experiência de quem viaja de avião. Da chegada ao aeroporto, o processo de check-in, raio-x, a sala de embarque e, claro, toda a viagem, até a chegada no destino e o desembarque. Esse era o desafio apresentado para viabilizar um revolucionário tratamento de Aviofobia (o medo de voar), pelo grupo de especialistas n.º1 do assunto no Brasil, o Núcleo de Terapia Cognitiva de São Paulo.

Assim nasceu o Polaris, um simulador em realidade virtual feito sob medida – um pioneiro do e-health (o uso da tecnologia na área da Saúde) – sendo o mais detalhado para o tratamento da fobia de voar em todo o mundo.

O simulador é peça-chave de um tratamento estruturado, conduzido pelo renomado grupo de psicólogos e psiquiatras do Núcleo de Terapia Cognitiva de São Paulo. No tratamento, depois de uma avaliação inicial detalhada, os pacientes conhecem a natureza do medo e aprendem técnicas para contê-lo e superá-lo. Com isso, podem dirigir-se ao simulador para colocarem as técnicas em prática e adquirirem a segurança necessária para poderem realizar uma viagem num avião real.

Além do desenvolvimento, a Webcore foi responsável pelo design da experiência no projeto Polaris, de forma que uma simulação altamente realista pudesse expor os pacientes as situações que disparam os seus medos de forma transparente, ou seja, permitindo que o paciente entre em contato com a situação criada, sem se preocupar com outra coisa. Prioridade máxima foi dada ao conforto do usuário dentro da experiência, com diversas técnicas comprovadas sendo utilizadas para eliminar riscos de enjoo ou mal-estar, um cuidado essencial para a utilização da realidade virtual.

Na concepção do projeto, identificamos quais tecnologias seriam necessárias para obter a imersão dos sentidos do paciente:

• Para os ambientes virtuais e interativos, tecnologia de games de ponta foi empregada, com o trabalho de arte, 3D, efeitos sonoros e dublagens realizado pela parceira Gabba, com o desenvolvimento recebendo apoio da Littleboat;

• Para a visualização e rastreamento do movimento da cabeça do paciente, óculos de RV de última geração, permitindo a visualização em 360º do ambiente, em tempo real;

• Controles especiais rastreiam os movimentos dos braços do paciente, ao mesmo tempo que conferem a ele o controle sobre o deslocamento no mundo virtual e a possibilidade de interromper a experiência voluntariamente, apenas acionando um botão;

• O áudio, 3D, amplifica o realismo ao reproduzir fielmente os sons ambientes de um aeroporto e do voo, isolando o paciente do ambiente real;

• Poltronas reais de uma aeronave comercial completam a experiência física, instaladas sobre uma plataforma móvel criada para o projeto pela Cenotecnica, que usa robótica para simular movimentos de decolagem, pouso e turbulência;

• Um dispositivo de biofeedback monitora a frequência cardíaca e respiração do paciente;

• Um microfone na mesa do terapeuta permite que o paciente receba confortavelmente orientações e acompanhamento, direto em seus fones de ouvido – enquanto tem todos os seus passos monitorados.

O resultado final é mais do que gratificante. Além da cobertura da mídia, com diversas matérias na mídia impressa e na TV nas primeiras semanas de atividade do programa, o mais importante é constatar a efetividade do uso do simulador junto aos pacientes que sofrem da aviofobia. Primeiro, validando o impacto real da experiência sobre os seus medos (comprovando o poder da realidade virtual) e depois, por permitir que superem suas barreiras conquistando a segurança para voar.

Mais informações em www.polaristratamentovirtual.com.br

Polaris na Mídia:

Jornal da Band  SBT  encontro-fatima-bernardes catraca livre  cbn  cmais  Record  REDE-TV   tv_culturafolha novotempo o_globo tv_brasil olhar-digital